Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 26 de outubro de 2010

A Brincadeira e a Imaginação!!

O jogo simbólico ou de faz-de-conta, particularmente, é ferramenta para a criação da fantasia, necessária a leitura não convencionais do mundo. Abre caminho para autonomia, a criatividade, a exploração de significados e sentidos. Atua também sobre a capacidade da criança de imaginar e de representar, articuladas com outras formas de expressão. São os jogos, ainda, instrumentos para a aprendizagem de regras sociais. 
de apropriação de signos sociais.Ao brincar, afeto, motricidade, linguagem, percepção, representação, memória e outras funções cognitivas estão profundamente interligados. A brincadeira favorece o equilíbrio afetivo da criança e contribui para o processo Cria condições para uma transformação significativa da consciência infantil, por exigir das crinaças formas mais complexas de relacionamento com omundo. (OLIVEIRA, 2007, p.159)

sábado, 23 de outubro de 2010

O brincar é uma ação inata da criança, e se faz presente por toda sua vida. Esta foto foi o registro de um trabalho muito legal realizado na faculdade, no qual, tínhamos que criar um frase que retratasse o brincar. A idéia da caixa do brincar é muito interessante pois, contempla várias brincadeiras e os brinquedos que envolvem essa prática.

terça-feira, 19 de outubro de 2010


“É no brincar, e talvez apenas no brincar,
 que a criança ou adulto fruem sua liberdade de criação.
(Winnicott, D. W., 1975)”.
O momento lúdico é aquele, no qual, a criança expressa sua visão de mundo, pois, são nas brincadeiras, que os adultos podem conhecer melhor as crianças.  Nas brincadeiras, as crianças tem a oportunidade de adentrar um universo em busca de novos conhecimentos de uma forma mais prazerosa, distanciando assim o caráter de apenas um passatempo. Desse modo Almeida diz: " A Educação Lúdica está distante da concepção ingênua de passatempo, brincadeira vulgar, diversão superficial. Ela é uma ação inerente na criança, no adolescente, no jovem e no adulto e aparece sempre como uma forma transacional em direção  a algum conhecimento, que se redefine na elaboração constante do pensamento individual em permutações com o pensamento coletivo". (ALMEIDA, 2003, p.13). 
                                                                                      

domingo, 17 de outubro de 2010

Frases para refletir!!!

"Sem a curiosidade que me move, que me inquieta,que me insere
na busca, não aprendo nem ensino".
( Paulo Freire )

 "Ao brincar com a criança, o adulto está brincando consigo mesmo".
( Carlos Drummond de Andrade )

"Brincar é compreender o mundo em pequenas ações"
(Aline, Ediane, Sandra e Fernanda - Pedagogia)

"Nas brincadeiras as crianças agem de acordo a sua
visão de mundo".
(Jean Piaget)


sábado, 16 de outubro de 2010

Brincadeiras

Algumas brincadeiras que os educadores podem utilizar em sala de aula.

JOGO DAS CORES - em sala, o professor pode dispor alguns objetos pela sala, dividir as crinças em 2 grupos e uma criança será escolhida para ser o mestre. De costas para as crianças o mestre lança uma cor e os grupos devem procurar um objeto da respectiva cor.

CAIXA DOS SONS - o professor deve confeccionar uma caixa com objetos que reproduza sons da natureza, como: chuva, vento, etc..., no decorrer das atividades e de acordo o assunto abordado a professora muda os sons. Ex: sons de animais, son do cotidiano, etc...

Estas atividades são super interessantes para se trabalhar em sala de aula. Trabalhei com um grupo de 3 anos. São atividades que podem ser modificadas de acordo com o desenvolvimento do grupo. Na minha sala o aproveitamento foi ótimo, as crianças adoraram. Por meio dessas atividades são trabalhados vários aspectos do desenvolvimento infantil, como: a coordenação motora ampla, a percepção, a socialização, além dos conteúdos.

A Importância do Brincar

A brincadeira pode ser um ótimo recurso para o desenvolvimento e a aprendizagem infantil. Dessa forma muitos teóricos já colocaram suas concepções acerca do assunto. Negrine (1994, p 41) ressalta algumas contribuições para esses processos:

· As atividades lúdicas possibilitam fomentar a "resiliência", pois permitem a formação do autoconceito positivo;
· As atividades lúdicas possibilitam o desenvolvimento integral da criança, já que através destas atividades a    criança se desenvolve afetivamente, convive socialmente e opera mental-mente.
· O brinquedo e o jogo são produtos de cultura e seus usos permitem a inserção da criança na sociedade;
· Brincar é uma necessidade básica assim como é a nutrição, a saúde, a habitação e a educação;
· Brincar ajuda a criança no seu desenvolvimento físico, afetivo, intelectual e social, pois, através das atividades  lúdicas, a criança forma conceitos, relaciona idéias, estabelece relações lógicas, desenvolve a expressão oral e corporal, reforça habilidades sociais, reduz a agressividade, integra-se na sociedade e constrói seu próprio conhecimento


De acordo com essas contribuições podemos utilizar a ludicidade para promover uma aprendizagem mais contextualizada e espontânea.